terça-feira, 11 de março de 2014

O que é que Tomsk tem?

Здравствуйте Товарищи!! É fato bastante conhecido que Moscou é a capital e cidade mais importante da Rússia. Existem também outras cidades grandes e poderosas no país: São Petersburgo, capital do Império Russo por mais de 200 anos. Chelyabinsk, grande cidade próxima de onde um corpo celeste caiu em fevereiro de 2012. Novosibirsk, cidade mais populosa da Sibéria, com mais ou menos um milhão e meio de habitantes. Yecaterinburgo, que fica ao lado dos Montes Urais, a fronteira física entre Europa e Ásia. Com todas essas cidades importantes, Tomsk por quê?
Como contei na minha primeira postagem por aqui, fui convidado a trabalhar lá. Então, é razoável que eu pesquise, tente descobrir algo e registre aqui sobre esse lugar. Tanto para informar leitores quanto para me ajudar a conhecer melhor o lugar para onde pretendo ir em breve. Vamos falar um pouco mais de Tomsk.

Em 25 de Março de 1604, o czar Boris Godunov ordenou ao líder dos cossacos (povo do sudoeste russo, com grande característica militar) que se dirigisse à região do rio Tom e ali estabelecessem um forte militar, para proteger o povo tártaro (mongóis), que pediu proteção ao Império Russo contra os Quirguiz, antigo povo nômade da Ásia Central e que hoje vive no Quirguistão. Oficialmente, é considerada a data de fundação de Tomsk o dia 7 de outubro de 1604, quando se iniciou a construção do forte. Esse forte foi crescendo ao longo dos anos e, principalmente na década de 1830, muitas pessoas chegaram para explorar ouro na região. Em 1878 foi fundada a Universidade Estatal de Tomsk e em 1888 ela começou a funcionar. É, portanto, a universidade mais antiga da Sibéria.

De acordo com o último censo, de 2011, cerca de 525.000 pessoas vivem em Tomsk. Elas disfrutam de seis universidades públicas e duas privadas, o que faz a cidade ter um aspecto cultural muito forte e que atrai estudantes de várias partes do país. Devido a toda essa agitação cultural na cidade, ela ganhou o apelido informal de Atenas da Sibéria.

Uma grande atração cultural da cidade são os teatros, como o teatro de marionetes ou de crianças. Além deles, os museus também são bastante presentes. Eles são, principalmente, sobre a história local, artes e esculturas em madeira. Há também os centros culturais, alguns devotados a línguas estrangeiras, como o Alemão, o Polonês e o Tártaro.

Como em muitas cidades nos tempos soviéticos, muitas igrejas foram destruídas, inclusive algumas do século 17. Algumas foram salvas por virarem lojas, fábricas de máquinas, arquivos públicos e até condomínios residenciais. Com a queda do comunismo, a maioria delas voltou a atender os serviços religiosos.

Outra atração são as casas de madeira com “arquitetura pão de gengibre”. Elas são bastante características da região, mas hoje elas estão desaparecendo, devido a modernização da cidade ou a incêndios, já que elas não têm proteção contra o fogo.

Nos esportes, o Tom Tomsk é o time de futebol da cidade e está na primeira divisão do campeonato nacional, enfrentando os grandes times do país no Stadion Trud (Estádio do Trabalho).

Nos transportes, Tomsk  conta com onibus e com bondes, que atendem a cidade e as cercanias. Mesmo sendo uma cidade importante à época, a cidade não foi servida com a rota da Transiberiana, construída no final do século 19, perdendo ao longo dos anos a sua importância e sendo superada por Novosibirsk, que ganhou uma estação em detrimento de Tomsk e se transformou na grande cidade da Sibéria.

É isso. Foi o que encontrei em minhas pesquisas sobre a cidade. Ah sim, já ia me esquecendo: é uma cidade bastante fria, com temperatura média de -21°C em janeiro (inverno) e +18°C em julho (verão). Na maior parte do inverno a temperatura vai fácil abaixo dos -30°C. Ainda não sei bem o que esperar de temperaturas como essas, mas já estou preparado. Espero que o próximo artigo sobre Tomsk seja escrito por mim já instalado lá. Até lá então. До свидания!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.