quarta-feira, 8 de outubro de 2014

Museu da História de Tomsk

Olá de novo, senhoras e senhores! Agora vamos falar sobre um museu bem legal: o Museu da História de Tomsk.

Maquete do forte (ostrog) que deu origem a Tomsk
O Museu da História de Tomsk fica em um pequeno morro numa das partes mais altas da cidade. O atual prédio do museu fica no local onde foi construído forte que deu início a Tomsk. Ele foi construído no século XIX para ser a sede do corpo de bombeiros da cidade. Visto que muitas casas eram feitas de madeira e ficavam muito próximas, incêndios não eram uma coisa muito rara. Portanto, era necessário conseguir ver tudo em todas as direções possíveis.
Logo que você entra no museu, à esquerda tem o caixa e uma loja de lembranças. Do seu lado direito tem uma sala anexa com peças utilizadas pelos russos e pelos nativos para explorar a Sibéria. Entre originais e réplicas, encontramos peças de vestuário (roupas, botas, chapéus etc), armas (faca, bulava, pálitsa). Há também um modelo de navio que os exploradores russos usavam para atravessar os rios da Sibéria. Vemos também algumas gravuras, como a dos inimigos dos nativos (quirguiz e djungar). Tudo está muito bem explicado com diversos textos informativos próximo a cada peça.

Gravura do Dinoterij em uma petchka do Museu
O segundo andar tem quatro salões, dois do lado esquerdo, dois do lado direito da escada de acesso. Cada um deles contém uma exposição temática. A primeira do lado esquerdo tem fotografias dos moradores da cidade no século XIX. No segundo salão vemos um exemplo do interior de uma casa tradicional russa (izbá), com petchka (mistura de forno e lareira), liul'ka (berço), samovar e os utensílios do lar. Você pode sentar à mesa e tirar uma foto numa izbá russa. Do lado direito, na primeira sala, há algumas maquetes do forte que deu origem a Tomsk. Nessa sala também encontramos uma lareira que tem gravado o dragão-cavalo Dinoterij (динотерий), desenho tipico da Sibéria. Em Tomsk ele era considerado o protetor da cidade. Muitas pessoas o desenhavam em suas casas, petchka etc. No outro salão há a reprodução de uma casa russa rica de antigamente.

Também no segundo andar há uma escada que leva até a torre dos bombeiros. Ela sobe em espiral até o topo e vai ficando mais estreita conforme você vai subindo. Cuidado para não bater a cabeça ou o ombro no degrau de cima. De lá é possível ver todo o centro velho da cidade. Uma visão privilegiada em 360 graus.

Visão da torre dos bombeiros
Ao lado do museu fica parte da forte que deu origem a cidade, reconstruída junto com os portões de entrada e a paliçada que a cercava. Esse tipo de forte de madeira se chama ostrog (острог). Ele é diferente do kremlin (кремль) que é feito de pedra. Outra diferença entre eles é que o ostrog tinha fins militares, era algo temporário e não era necessariamente relacionado a cidade (uma cidade poderia se originar dele, como aconteceu com Tomsk), ao passo que o kremlin era uma fortaleza para defender uma cidade que ja existia, ou a cidade começava dentro dos seus muros e depois saía de lá de dentro, conforme se sentia mais segurança do lado externo do muro.

Ainda do lado de fora do museu está a pedra fundamental da cidade. Ela foi colocada ali para lembrar onde a cidade começou exatamente. Ao lado dessa pedra existe um canhão de verdade que, pagando alguns rublos (ainda preciso descobrir quantos), você pode dar um tiro com ele. Parece algo bem legal e vou tentar fazer o mais rápido possível. Nas sextas feiras, ao meio dia, o canhão é disparado e você pode assistir.

Do lado de fora do complexo do museu existe uma coisa bem rara na Rússia: uma igreja católica. Ela tem um portal de entrada bem trabalhado, além de um bonito jardim com muitas flores coloridas e algumas estatuas para santos da igreja católica.

No momento é isso, pessoal. Qualquer comentário, basta escrever aqui embaixo. Até a próxima!

Endereço: Rua Bakunin, 3 (Улица Бакунина 3 - Ulitsa Bakunina 3), Tomsk
Horário: de terça à domingo de 10:00 até 19:00 horas
Entrada: para poder visitar tudo e tirar foto: 175 rublos (existem preços diferentes para visitar setores diferentes, com e sem foto)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.