quarta-feira, 5 de novembro de 2014

8 pequenas diferenças entre Brasil e Rússia

Olá a todos. Aqui estou mais uma vez. Inspirado pelo meu último post, sobre minha participação no "Biblioteca viva em Tomsk", decidi falar sobre algumas pequenas diferenças entre Brasil e Rússia. Coisas pequenas, de detalhes mesmo, que você nem percebe que faz assim no Brasil, mas que não Rússia funcionam de forma diferente. Vamos a algumas delas.

"Para você", Ou seja, puxe a porta para o seu lado para abrir
1 - as portas abrem para fora! Nas casas, estabelecimentos comercias, governamentais ou qualquer outro lugar, nós abrimos as portas para dentro. Na Rússia funciona ao contrário. Quando você está do lado de fora, normalmente tem que puxar a porta para você para entrar e, quando sair, empurrar a porta para fora. Não sei ao certo por que isso é assim, mas suponho que seja para, nos dias de nevasca, quando for necessário abrir a porta, ela não cair toda para dentro da sua casa; Ainda me confundo algumas vezes e não consigo abrir a porta por alguns segundos, mas já estou me adaptando bem a isso. 

2 - não conte moedas em público! Na Rússia é considerado ruim contar moedas na presença de outras pessoas. E principalmente levar muito tempo fazendo isso. É visto como sinal de pobreza. Essa situação estranha acontece na hora de pagar, ou de ajudar o(a) caixa de algum lugar com o troco, ou apenas contar moedas na rua. Você deve ter uma ideia de quanto tem com você e, quando usar as moedas, já pegá-las para usar, não contar. Todos te olham feio quando você começa a contar, especialmente  se você conta os kopieks (equivalente aos centavos de real).

3 - nunca assovie dentro de casa! essa é uma superstição entre os mais velhos, mas que incomoda as pessoas mais jovens que, mesmo que não acreditem nessas coisas, cresceram ouvindo que isso não é bom. Segundo a tradição, se você assoviar dentro de casa, você nunca mais terá dinheiro. Muitos da nova geração não se importam com isso mais, mesmo que não assoviem e não gostem de gente fazendo isso por perto. Entretanto, é impossível convencer as pessoas idosas de que isso é apenas uma lenda. Elas simplesmente não querem isso e pronto. Para evitar confusões ou situações embaraçosas, não faça isso na casa de ninguém.

Bilhetes de elektrichka. O código de barras é pedido 2 vezes 
4 - guarde sempre seu bilhete do trem! Na Rússia, as catracas não pegam o seu bilhete, como normalmente acontece no Brasil. Quando você o compra, você o encosta na catraca e ela é liberada. Mas isso só acontece nos "elektrichka", que usam um bilhete pequeno com código de barras. Nos "poezd" isso não ocorre. Guarde esse bilhete até o final da viagem. Na grande maioria das vezes, você vai precisar desse bilhete para descer na sua estação. Sem ele, você vai ficar preso na plataforma e vai ter que pagar de novo todo o trajeto. Além disso, sempre aparece no trem algum funcionário da companhia férrea que vai te dizer "ваш билет!" (mostre seu bilhete!). Se você não o tem mais, terá que pagar pela viagem completa, não importa se pegou o trem no meio do caminho.

5 - não cumprimente com beijos e abraços! Os russos não cumprimentam pessoas que acabaram de conhecer com beijos ou abraços. Mesmo entre as pessoas conhecidas isso é algo raro de acontecer, somente depois de muito tempo sem se ver, quanto há bastante saudade entre as pessoas. Normalmente um aperto de mão ou um simples "Zdravstvujte!"/"Privet!" (Olá!/Oi!) são as formas que as pessoas usam para se cumprimentar na Rússia. Se um homem acabou de conhecer uma mulher e tenta cumprimentá-la com beijos e abraços, ela vai ficar muito envergonhada e desconfortável. Algumas até pulam para trás para evitar toda essa efusividade. Brasileiros, estejam alertas.

Tapochki, as pantufas que te oferecerão para andar pela casa
6 - sempre tire os sapatos quando entrar na casa de alguém! Sempre que alguém russo te convidar para ir a casa dele, na porta de entrada, retire os sapatos. O dono da casa pode te oferecer pantufas para andar pela casa ou você pode simplesmente ficar de meias. Se você apenas veio pegar uma coisa e vai embora na sequencia, não precisa tirar os sapatos, mas não pode ficar andando pela casa. Fique apenas no cubículo construído para isso, pegue a sua coisa e se vá. Os russos jamais andam de sapatos dentro de casa. É considerado sujo e ofensivo.

7 - não vão te dar sacola no mercado! É isso mesmo. Nos mercados se você quer uma sacola para levar suas compras tem que pagar por ela. É barato (4 rublos, ou 15 centavos) mas sempre é cobrado. É, se você só compra uma sacola, você só vai usar uma mesmo. Se você comprou alimentos, produtos de limpeza e uma garrafa de refrigerante, por exemplo, vão todos juntos dentro de uma sacola só. No caixa te perguntam se você quer uma sacola grande ou pequena. E elas não são diferentes das sacolinhas brasileiras. Sempre é bom levar consigo uma sacola como aquelas de feira. Somente em Moscou (que eu saiba) eles dão sacolas de graça.

8 - jamais chame alguém fazendo ruídos! No Brasil, algumas pessoas quando querem chamar alguém fazem alguns ruídos como "psst!", "psiu!", "ouu!", estalam os dedos ou assoviam. Nunca faça isso na Rússia! Mesmo com pessoas que você conheça é algo bastante ofensivo. Os russos só chamam seus animais de estimação assim e é bastante impróprio usar isso com as outras pessoas. Você pode apanhar por causa disso na rua. Muitos imigrantes de países da Asia Central (Uzbequistão, Tadjiquistão) não entendem isso e fazem essas coisas. Por isso alguns russos acham que eles são animais.

Por enquanto é isso, pessoal! Acho que para o futuro haverão mais posts como esse, já que existem muitas coisas diferentes... mas também temos muitas coisas em comum com os russos, por estranho que possa parecer. Se quiserem saber algo mais, comente aqui embaixo que eu te respondo. Até a próxima!



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Desculpe, apaguei seu comentário por acidente, mas interessante que países tâo distantes tenham semelhanças desse tipo. No Brasil também temos algumas muito parecidas. Obrigado por comentar e uma vez mais desculpe.

      Excluir

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.