sábado, 28 de março de 2015

O que é Kremlin?

Olá amigos. Quando você vê o noticiário internacional e tem alguma notícia sobre a Rùssia, algumas vezes o governo federal é referido como "Kremlin". Mas o que é isso? De onde vem essa palavra? Antes de vir para a Rússia, sempre pensava que o Kremlin era a Basílica de São Basílio, mas na verdade não é bem assim.

Kremlin de Ryazan com as suas atrações
A palavra russa Kremlin (Кремль) significa "fortaleza" ou "forte" (com sentido de fortificação militar) e remonta a tempos muito antigos, quando da fundação do país. As primeiras cidades apareciam em torno de kremlins, que eram construções militares destinadas a proteger a terra contra os invasores estrangeiros. Uma das primeiras cidades (creio que a segunda) da qual se tem registro na Rússia se chama (Veliky) Novgorod ("Nova Cidade") tem o seu kremlin e foi ao redor dele que a cidade começou. O mesmo se pode dizer de Moscou, Kolomna, Riazan e muitas outras. Geralmente era construído de tijolos vermelhos, mas também poderia ser feito de pedra calcaria branca e todos têm mais ou menos a mesma aparência. Possuía muros muito espessos, com um fosso grande, para dificultar as investidas dos intrusos. Era uma grande construção, difícil de penetrar. Hoje em dia, alguns deles já contam mais de mil anos de existência (como o kremlin de Veliky Novgorod). Normalmente, todos os kremlins possuem atrações dentro dos seus muros, como museus históricos, igrejas antigas e monastérios. Se a cidade que você visita tem um kremlin, esse deve ser o seu ponto de partida na exploração do lugar. A construção não é privilégio apenas de cidades grandes. Zaraysk, por exemplo, uma cidade de pouco mais de 20 mil habitantes na região de Moscou também tem seu kremlin.
Ler mais »

quinta-feira, 19 de março de 2015

O que está no rublo russo?

Olá, pessoal! Já falei anteriormente sobre o rublo russo, mas sob o aspecto econômico e histórico. Agora vou falar sobre as notas em si.

As notas de 10, 50, 100 e 500 têm todas o mesmo tamanho, As de 1000 e 5000 são ligeiramente maiores. Diferente do dinheiro brasileiro, o rublo russo traz imagens de algumas cidades do país. Vamos ver quais são essas cidades e onde você pode encontrar as atrações mostradas no dinheiro da Rússia.

10 rublos - Krasnoyarsk


Começando com a nota de menor valor em circulação no momento. A nota de 10 rublos mostra uma das maiores e mais importantes cidades da Sibéria chamada Krasnoyarsk (Красноярск). Sua cor é basicamente verde, com detalhes em azul e cinza. Na parte da frente estão duas das atrações mais conhecidas da cidade: a ponte Kommunalny (Коммунальный мост) sobre o rio Ienissei e a capela de Santa Parasqueva (Часовня Святой Параскевы-Пятницы). No verso há a imagem da hidrelétrica de Krasnoyarsk (Красноярская ГЭС). Essa nota já é bem difícil de ser encontrada.


Onde ficam:
Capela de Santa Parasqueva - rua Stepana Razina, 51; 
Ponte Kommunalny - depois do cruzamento da rua Veinbauma com a rua Dubrovinskogo
Hidrelétrica de Krasnoyarsk - 3 km da cidade Divnogorsk (tem que ir de taxi)

50 rublos - São Petersburgo


Nota de 50 rublos traz a segunda maior cidade da Rússia. São Petersburgo (Санкт-Петербург) era a capital do país entre 1712 e 1918. As cores desta nota são azul e verde. Na parte frontal estão retratadas a Fortaleza de São Pedro e São Paulo (Петропавловская крепость) e a base de uma coluna típica da arquitetura da cidade (ростральная колонна - coluna rostral). Na parte de trás você vê o prédio da antiga Bolsa de Valores de São Petersburgo (Здание Биржи) também com uma coluna.

Onde ficam:
Fortaleza de São Pedro e São Paulo - Petropavlovskaya Krepost, 3
Antiga Bolsa de Valores de São Petersburgo - Birzhevaya Ploschyad, 4

100 rublos - Moscou


Essa é a nota que eu mais vejo por aqui. Nela está um dos maiores símbolos da cultura clássica russa: o Teatro Bolshoi (Большой Театр). Casa de grandes balés e óperas, esse teatro é sinônimo de excelência quando se trata dessas artes. Ele foi inaugurado em 1776 e ainda hoje conta com o camarote imperial bem de frente para o palco. Quando você estiver em Moscou, não deixe de visitar. Na parte da frente da nota está a quadriga localizada no teto do teatro. No verso está o teatro com a vista da praça onde ele fica. A nota é predominantemente cor de açafrão com detalhes em vermelho e marrom.


Onde fica:
Praça do Teatro, 1 (estação de metrô Teatralnaya)

500 rublos - Arkhangelsk


A nota de quinhentos rublos tem um tom mais puxado para o roxo, com detalhes em marrom. Encontramos nela a cidade de Arkhangelsk (Архангельск), localizada no extremo norte da Rússia europeia. A nota mostra na sua parte frontal uma estátua de Pedro, o Grande que, de passagem pela cidade, sentiu-se inspirado a construir uma frota de navios poderosa para a Rússia (Arkhangelsk situa-se em um porto natural no Mar Branco). Aqui começou a história naval da Rússia. Ainda na frente da nota há um navio no porto da cidade. Atrás está o Mosteiro de Solovetsky (Соловецкий Монастырь), um dos mais famosos da Rússia.


Onde fica:
Estatua de Pedro o Grande - banco do rio Duína do Norte, rua Voskresenskaya
Mosteiro Solovetsky - ilha Solovki

1000 rublos - Yaroslavl


Retratados na nota de mil rublos estão o monumento a Yaroslav, o Sábio, antigo governante dos primórdios da Rússia, a capela da Mãe de Deus de Kazan (Часовня Казанской Божьей Матери) e o kremlin de Yaroslavl, Todos esses estão na face frontal da nota. No verso encontramos a Igreja de João Batista (Церковь Иоанна Предтечи). Yaroslavl, a cidade homenageada nessa nota, é uma cidade bastante antiga e histórica no país. Foi o lugar onde as primeiras leis do país foram criadas. Vale muito a pena conhecer esse lugar, caso você queira fazer uma viagem no tempo na história do país. Outras cidades nesse estilo (mas que não têm notas) são Suzdal e Vladimir, que não ficam tão longe assim de Yaroslavl. Ah sim, na nota de mil rublos predomina o azul, o verde e um pouco de cinza.

Onde ficam:
Monumento a Yaroslav, o Sábio - Praça Bogoyavleniya
Capela da Mãe de Deus de Kazan - margem do rio Kotorosl, em frente do mosteiro Spasso-Preobrazhenski
Kremlin - Praça Bogoyavlenskaya, 25
Igreja de João Batista - 2ª Zakotoroslnaya Naberejnaya, 69

5000 rublos - Khabarovsk


E finalmente chegando à nota de mais alto valor no momento na Rússia, A nota da cinco mil rublos tem na parte da frente o monumento a Nikolai Muravyov-Amurski (um conde do império que conquistou todo o Extremo Oriente para os russos) e uma margem do rio Amur, ambos na cidade de Khabarovsk (Хабаровск), no Extremo Oriente, perto da fronteira da Mongólia. O outro lado mostra uma ponte sobre o rio Amur. Essa nota tem um tom lilás com laranja. Como a nota de 10, não a vejo muitas vezes também. Ela é como a nota de 100 reais no Brasil. Todos já pegaram, mas nunca conseguem guardá-la por muito tempo. De todas as notas, é a que, pessoalmente, acho a mais bonita.

Onde ficam:
Monumento de Muravyov-Amurski - rua Shevtchenko
Ponte sobre o rio Amur - rodovia Amur


Bom, por enquanto é isso. Se tiver alguma dúvida, basta perguntar nos comentários. Até mais!
Ler mais »

quinta-feira, 12 de março de 2015

A primavera na Rússia

Olá, pessoal! A primavera já chegou à Rússia. Vou falar um pouco sobre ela. 

Oficialmente, desde primeiro de março começou a primavera na Rússia. Todos pensam na primavera como a época das flores, dos pássaros que cantam e na vida que volta a pulsar em toda parte. Esse realmente é um quadro muito bonito de se imaginar. Mas, antes de tudo isso é preciso enfrentar o degelo da neve do inverno. 

Casal de patos voltam para Moscou depois do inverno
As primeiras semanas de março na Rússia são bastante molhadas. Não porque chove direto, mas porque toda a neve que caiu durante os meses do inverno está derretendo, o que cria muita lama, poças de água e sujeira em geral. A água corre pelas ruas e tudo tem um aspecto bastante sujo. A neve, outrora branquinha, vira uma massa marrom acinzentada meio pegajosa. Um caos. Os sugrob que foram feitos pela limpeza da neve vão derretendo também e adicionam mais água suja para tudo isso. É impossível andar à pé ou de carro nos lugares onde não tem asfalto, sem falar sobre as florestas e campos. É muito comum haver pequenas inundações nas áreas rurais. E enquanto tudo isso acontece, a temperatura pode cair bastante de novo e toda essa água e lama congela e fica tudo muito escorregadio. É o cenário perfeito para acidentes automobilísticos e quedas feias.

Começo de abril. Em uma semana não vai ter neve
Depois que passa tudo isso, mais ou menos no começo de abril, a primavera sorri em todo o seu esplendor. A grama volta aos canteiros, as árvores têm folhas novamente, os lugares voltam a ter cores, diferente do branco monótono do inverno. Pouco a pouco os dias e semanas vão ficando mais quentes até a chegada do verão, em junho. 

O mês mais bonito da primavera é maio, quando aparecem flores nas árvores. Se você vai para o campo nessa temporada, você vai ver as vilas como que cobertas de nuvens de leite, por causa das flores brancas das cerejeiras, macieiras, ameixeiras e pereiras. Outra árvore que fica em flor branca na primavera é a tcheryomukha (черёмуха). As flores dela possuem um aroma irresistível e pronunciado. Elas também marcam um período de tempestades em maio, quando o frio volta por algum tempo. Outra flor da primavera é a syringa, conhecida também como lilás (сирень).

Uma árvore em flor no começo de maio
Para os russos a primavera é o tempo quando a natureza acorda depois de um longo sono. A primavera é relacionada com o amor e sentimentos românticos. Tanto que o Dia das mulheres é celebrado justamente nesse período. É considerado que na primavera todos os solitários podem achar o seu amor e as pessoas que já têm algum tipo de compromisso creem que nesse tempo o amor se renova. A primavera é também bastante presente nas artes. Existem diversos poemas, canções, pinturas relacionadas ao tema. Provavelmente a obra russa mais famosa sobre a estação seja o balé "A sagração de primavera" (Весна священная) do compositor Igor Stravinsky do ano 1912. Essa obra causou furor ao iniciar uma nova era da musica clássica mundial contemporânea. No campo da pintura, um dos quadros mais conhecidos é "As gralhas chegaram" ("Грачи прилетели") de Aleksey Savrassov (1871).

Por enquanto é isso senhoras e senhores. Até a próxima!



Ler mais »

domingo, 8 de março de 2015

Novosibirsk: a maior cidade da Sibéria

Olá, pessoal! Finalmente visitei a maior cidade da Sibéria, chamada Novosibirsk (Новосибирск, pronuncia-se "Novossibirsk"). Ela é também a terceira maior da Rússia, mesmo que tenha população de somente 1,5 milhão de pessoas. 

Capela de São Nicolau
Novosibirsk fica a 265 km de Tomsk, a cidade onde eu moro no momento. Saímos cedo de manhã e chegamos lá ao meio dia. Disseram que a viagem teria 5 horas, mas na verdade durou um pouco mais de quatro apenas. 

Em Novosibirsk pegamos um ônibus para ir ao centro e descobrimos que dava para andar. A rua principal da cidade, que se chama Krasny Prospekt (Красный проспект - Avenida Vermelha), começa logo depois da rodoviária. Nessa avenida fica a maioria das atrações de Novosibirsk. Passamos pela Catedral de Alexandre Nevsky (Собор Александра Невского) e também a Capela de São Nicolau (Часовня Святого Николая Чудотворца). A capela, localizada no canteiro central da Krasny Prospekt, é conhecida como um dos símbolos da cidade. Construída em 1914, ela marcava o centro geográfico do Império Russo. Por acaso, naqueles tempos Novosibirsk se chamava Novonikolayevsk, por conta do imperador Nikolay II. Infelizmente, hoje a capela ficou vizinha de prédios feios, como shopping centers, lojas etc. Num deles nós comemos, observando-a pela janela. Depois do almoço queríamos visitar a capela, mas estava tão cheia que nem deu para entrar.
Ler mais »