terça-feira, 5 de maio de 2015

Kemerovo: a cidade que parou no tempo

Olá, amigos! Estou na cidade de Kemerovo (Кемерово), a capital da Kemerovskaya Oblast (Кемеровская область). Vou falar um pouco sobre essa cidade e as suas atrações.

Letreiro do Kuzbass no melhor estilo hollywoodiano
Para começar, Kemerovo vem da palavra turca "kemer", que significa algo como "morro que queima". Mas porque em turco? Provavelmente por conta dos povos túrquicos que já viviam na região muito antes da chegada dos russos e que tem uma origem comum com os atuais habitantes da Turquia. A população da cidade é quase a mesma de Tomsk, girando em torno de 550 mil habitantes. A Kemerovoskaya oblast fica em outro fuso horário, uma hora à frente (GMT +7), portanto, a 10 horas do horário de Brasília. Esse oblast é o menor da Sibéria e, mesmo assim, pareceu enorme.

Marca registrada de Kemerovo
Cheguei aqui com a expectativa que essa não era uma cidade muito turística. Ela é conhecida na Rússia por suas minas de carvão, uma das maiores no mundo. O turista comum não pensa que isso pode ser interessante. Mas, andando pelas ruas do centro, fui surpreendido pelo que disse minha esposa que "ela se sentia de volta à União Soviética". Ela começou a explicar como eram as coisas naqueles tempos: ruas amplas e bem abertas, diversas casas de dois ou cinco andares, muito verde e limpeza.

No dia da minha visita, a cidade estava sendo especialmente preparada para o 9 de maio, o dia da vitória soviética sobre os nazistas. Minha impressão sobre as cidades nos tempos soviéticos mudou completamente: eu as imaginava cinzas, sem muita vida. Agora acho que entendo melhor porque algumas pessoas têm saudades dos tempos do socialismo. Gostei bastante do que vi por aqui. Mas existe um grande preconceito contra Kemerovo. As pessoas em Tomsk falam que ela é feia e perigosa. O aluno da minha esposa que veio da Kemerovskaya Oblast falou que é quase impossível andar em Kemerovo sem ser roubado ou apanhar sem motivo aparente (mas isso ainda não aconteceu comigo, e parece que não vai acontecer).

Kemerovo é a cidade do Kuzbass (Кузбасс), minas que são bastante relacionadas com a história da Rússia, desde os tempos do império. Nos tempos soviéticos quando o país deu um salto na indústria, muitas pessoas migraram para o Kuzbass. Algumas queriam contribuir no desenvolvimento da União Soviética, algumas ganhar dinheiro (os lugares grandes e distantes assim pagavam mais). De qualquer jeito, trabalhar lá era uma grande honra, mesmo que o trabalho era duro.

A prefeitura de Kemerovo e a praça central
Para saber mais sobre o Kuzbass e a sua história fizemos uma viagem de ônibus de 4 horas desde Tomsk, que na verdade dura apenas 3, mas por causa do fuso horário (Kemerovo está uma hora à frente do horário de Tomsk), na passageme stá escrito quatro horas de viagem. A estrada não é muito boa (na verdade é bem ruinzinha), mas vale a viagem. Inicialmente, o nosso destino principal em Kemerovo foi o museu que fala sobre a história das minas de carvão. Não esperávamos ver muito mais do que isso, já que a cidade é relativamente nova. No século XVIII quando descobriram o carvão, era somente uma vila. A própria cidade foi construída em 1918. Mas, como eu disse anteriormente, Kemerovo me surpreendeu e pretendo voltar aqui depois. Espero que não seja apenas uma ilusão de primeira visita, mas não parece ser o caso.

Até tentei ajudar a fazer o tal "omelete japonês" mas...
Para a nossa alegria a nossa amiga que viajou conosco conhece uma moradora de Kemerovo. Graças a ela descobrimos mais coisas interessantes (como sempre acontece quando você conhece alguém quem pode mostrar a cidade). Por exemplo, percebemos que os semáforos das ruas centrais da cidade estão em um poste laranja. E eles têm um projeto de fazer os postes de semáforo da cidade inteira da mesma cor. Ela também nos levou para comer em um restaurante muito muito bom, que é restaurante, bar e balada, tudo ao mesmo tempo, em um prédio enorme. O chef dá um show com malabarismos, fogo, e ainda te chama para ajudar a cozinhar. Definitivamente é o melhor lugar da cidade para comer, mesmo que seja um pouco mais caro mas, para uma vez ou duas eu acho que vale bastante a pena. O lugar se chama "Like".

Uma última curiosidade sobre Kemerovo é que, como quase todas as cidades da Rússia, ela tem uma estátua do Lenin na praça central da cidade. Mas, em uma noite no ano de 1993, um comerciante tentou demoli-la. Mas ele foi contido e a estátua ainda está lá, em frente a prefeitura.

Por enquanto é isso, pessoal! Qualquer dúvida, pode perguntar aqui nos comentários. Até a próxima!



3 comentários:

  1. Privet, Luciano!

    Li em algum lugar que as reservas não só de carvão, mas de petróleo e muitos outros tipos de minérios são as maiores do planeta. Chumbo, cádmio, ouro, alumínio, platina...
    É por isso que os americanos estão fazendo o que temos visto ultimamente (e por que não dizer o que sempre fizeram...)
    É engraçado como em filmes ocidentais, as cidades russas são sempre retratadas exatamente da forma como mencionou: cinzentas e sem vida. Para mim, foi uma agradável surpresa poder ver nestas fotos que isso não é verdade.
    Bem, as perguntas(como sempre):
    1 - Há muitas minas ainda em atividade? Ainda é a base da economia da cidade?
    2 - Você escreveu sobre um museu cujo tema é a mineração de carvão. Não pode entrar para tirar fotos? Tem mais informações a respeito?

    Bem, por hora, é isto.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kleber! Sim, sempre é ensinado no ocidente que a Rússia é a grande vilã do mundo. Mas sempre achei que era só algum plano para enfraquecer o país e o tomar mais facilmente. Estou pensando em visitar Kemerovo de novo e fazer mais fotos do lugar.

      Quanto as perguntas:

      01 - Sim, as minas continuam funcionando a todo vapor. Essa região ainda produz muito do carvão usado na Rùssia. Imagino que esse ainda seja o maior produto da cidade, visto que eles não são muito conhecidos por outros motivos que não seja o carvão.
      02. Sim, tenho sim. Na verdade estou desenvolvendo uma postagem especialmente voltada para ele, já que ele é a coisa mais importante da cidade. Logo mais ela aparece por aí, com detalhes e fotos.

      Grande abraço pra ti e boa semana!

      Excluir
    2. Perfeito!

      Fico no aguardo do artigo.

      Grande abraço e boa semana pra ti também, parceiro!

      Excluir

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.