terça-feira, 16 de junho de 2015

O solar Krivyakino em Voskresensk

Olá amigos! Hoje vou falar sobre um pequeno solar na cidade de Voskresensk onde eu moro no momento. 

Um dos três lagos do parque do antigo solar
O solar Krivyakino (Усадьба Кривякино) fica no centro da cidade, perto do rio Moskva. A origem do nome Krivyakino é incerta. Essa é uma ótima chance para entender como era a casa de um aristocrata médio nos tempos do império. Normalmente esse tipo de propriedade tinha um parque, um jardim, uma casa grande e algumas outras construções, como casa dos trabalhadores, um celeiro, estábulo etc.

Existem relatos que o jardim do Krivyakino era muito rico, com pereiras que davam frutas gostosas e com uma estufa, onde havia frutas tropicais. Os lagos do solar tinham muitos peixes. As pessoas dizem que também era possível encontrar cervos e cisnes no parque. Hoje ele já não é tão luxuoso. Os lagos quase não têm peixe, desapareceram os jardins e os animais. Mas algumas árvores antigas são a evidência que o lugar tem uma longa tradição e já foi bem abastado. É difícil imaginar, mas a vila que existia na parte central do parque e que deu início ao solar, começou a sua história nos tempos de Ivã, o Terrível. Nada lembra aquele período agora. 

A casa principal do solar Krivyakino
A casa do solar inicialmente era de madeira. Somente no século XVIII foi construída a casa de alvenaria que você pode ver hoje. Quanto a propriedade do solar,  ele já teve vários donos. Umas famílias venderam-no para outras. Dizem que o compositor Pyotr Ilitch Tchaikovsky queria comprá-lo para ter um solar tranquilo e longe das pessoas, mas o preço era alto demais e ele desistiu. Em 1917, os últimos donos do Krivyakino, a família Liven, fugiram para a Europa e o solar foi nacionalizado. Ele passou por várias etapas de "utilização popular" e, quando a URSS acabou, já estava quase em ruínas. Nos finalzinho dos anos 90, com muitas dificuldades ele foi restaurado e virou um centro cultural.

Entretanto, não dá para entrar na casa principal do solar por enquanto. O centro cultural e o museu ficam numa casa menor do solar. Gostamos bastante desse museu, apesar de ser pequeno. Ele possui muitos objetos antigos, como livros e ícones da igreja ortodoxa já quase caindo aos pedaços, roupas tradicionais e samovares (aparelho usado para fazer chá). Há também uma sala sobre a Grande Guerra Patriótica com cartas do fronte, armas soviéticas e nazistas. A entrada não custa quase nada:, apenas 30 rublos.

Por enquanto é isso, pessoal. Krivyakino foi o primeiro solar russo que eu visitei. Tenho alguns outros nos meus planos. Até a próxima!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.