sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Sobre cigarros e álcool na Rússia

Olá pessoal! Eu não fumo e bebo apenas socialmente, mas, como em quase todo o mundo, os cigarros e o álcool estão presentes na sociedade russa. Vamos ter uma ideia do que você encontrará por aqui quando vier visitar o país.

Antes você encontrava esses quiosques. Agora não mais
Primeiro sobre os cigarros. Quando cheguei por aqui em agosto de 2014 e andei por Moscou pela primeira vez, parecia que todo mundo na cidade fumava, bem mais que em São Paulo. Nas outras visitas que fiz à cidade, essa impressão diminuiu um pouco, mas ainda assim parece que muita gente fuma na Rússia. Muitas vezes você vê gente dando umas tragadas nas ruas ou sente o cheiro do fumante quando ele chega perto de você no ônibus ou metrô. Isso quando quando alguém não ven até você e te pede um cigarro. Apesar disso, Moscou é bastante limpa e você não vê bitucas espalhadas por todo lugar. Na Sibéria tive a sensação que as pessoas fumam (bem) menos. Já ouvi que isso é por causa da cidade que vivo (Tomsk), que é uma cidade de estudantes e é muito difícil de ver estudantes fumando qualquer coisa nas dependências da universidade (não lembro de ter visto). Mas às vezes, principalmente perto das janelas, você vê algumas bitucas jogadas pelo chão. Nada que se compare com o que se vê em SP, é claro (muito mais limpo em Tomsk), mas menos asseada que Moscou. Não sei se existe uma proibição do fumo em locais fechados, mas não vi nenhuma área para fumantes em nenhum dos lugares que já fui. Antigamente não havia essa divisão e, já há alguns anos não existe há mais esse problema para não fumantes.

É assim que os cigarros são vendidos nos supermercados
Os cigarros são vendidos nos supermercados, restaurantes e bares na Rússia. Nos supermercados você não vê nenhum cartaz com propaganda de cigarros (que é totalmente proibida em todo o território nacional). Para comprar, você vai ao caixa e pede o cigarro que quer. Acima da cabeça do atendente está aqueles grandes displays característicos de cigarros, mas ele é todo branco e tem escrito табак (tabaco) e a lista das marcas e preços disponíveis. Alguns supermercados têm displays de cigarros em todos os caixas e outros têm apenas em caixas específicos. Dê uma olhada quando estiver no supermercado e verá em qual deles está. Nos bares e restaurantes eles ficam no caixa também. Ah, e é proibido vender cigarros e álcool para menores de idade. E isso é levado a sério na Rússia. Se o atendente achar que o comprador tem menos de 18 anos, tem que pedir o passaporte da pessoa para ver se as suspeitas são infundadas ou não. Se a pessoa disser que não está com o passaporte ou não o quiser mostrar, não leva. Mais de uma vez eu vi pessoas com álcool ou pedindo cigarros e, quando o atendente pede o documento, a pessoa só deixa as coisas e vai embora. Se o "di menor" for pego embriagado ou fumando, vão lhe perguntar quem forneceu a(s) substância(s) e, se a polícia chegar ao atendente do mercado que vendeu, ele responderá criminalmente por isso.

Seção de bebidas alcoólicas dos mercados após as 22:00
Já com o álcool há algumas outras regras, além dessa aí acima sobre ser proibida a venda para menores de idade. Uma outra lei sobre o álcool é que é proibido para os mercados vender bebidas alcoólicas depois das 22:00. Para menores e maiores. Ninguém pode comprar álcool no mercado depois dessa hora (será coincidência que os mercados normalmente fecham às 10 da noite?). Então, muitas vezes, quando você vai ao mercado às 8 ou 9 da noite, verá um monte de gente comprando bebidas alcoólicas. Nos mercados, o álcool está em algum canto, um pouco escondido, não tão na cara assim. Normalmente fica nas prateleiras dos fundos, mas há muitas opções, tanto de destilados quanto de cervejas, mas vinhos eu não vi muitos no geral. Claro que a vodka é o carro chefe das vendas de álcool junto com as cervejas. Existem diversas marcas de cerveja e existem opções de muitos tamanhos, até de um litro e em garrafaa de plástico. E ali ao lado das prateleiras de cerceja estão sempre os salgadinhos, petiscos e coisas assim, principalmente feitos de frutos do mar.

Algumas marcas vendidas na Rússia
Na Rússia as pessoas bebem cerveja gelada como no Brasil. Mas também podem bebê-la não gelada, mas não como vejo algumas pessoas dizendo por aí, como se a esquentassem no fogo. Eles a bebem em temperatura ambiente. Ou seja, pegam da prateleira do mercado, pagam, levam para casa e bebem. Podem por na geladeira, mas se estiverem com muita vontade, tomam assim mesmo. Em matéria de sabor, a cerveja daqui tem o sabor mais ou menos parecido com a cerveja brasileira, mas ela é um pouco mais amarga que no Brasil. Não há nenhuma marca de cerveja brasileira por aqui. As que fazem mais sucesso são as cervejas inglesas, alemãs, tchecas e, claro, as russas (são um pouco mais baratas), mas há cervejas de vários lugares, da Dinamarca à China. As cervejas russas têm o mesmo teor alcoólico que no Brasil. E uma coisa curiosa é que até 2011, ao menos oficialmente, a cerveja não era considerada uma bebida alcoólica, já que o teor alcoólico mínimo para entrar nessa categoria antes era de 5% para cima e a cerveja tem 4,5 ou 4, não lembro bem agora. Mas claro que todos a consideravam uma bebida alcoólica desde sempre. Mas a lei foi mudada e agora a cerveja também é considerada bebida alcoólica oficialmente e taxada como tal..

Por ora é isso pessoal. Se quiserem saber algo mais sobre esses temas, é só perguntar. Não falei sobre problemas da população com álcool por aqui e não pretendo falar sobre isso agora. Talvez falarei no futuro, mas não sei ainda. Bom, até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.