terça-feira, 12 de abril de 2016

12 de abril: o dia do cosmonauta na Rùssia

Olá amigos! Hoje é um dia muito importante na Rússia, mesmo sem ser feriado. É o dia do Cosmonauta. Vou te contar o porquê de tantas comemorações nesse dia.

Yuri Alekseyevich Gagarin
O dia 12 de abril é bastante comemorado na Rússia. Não é um feriado, mas é uma data que enche os russos (e quiçá também os povos da antiga URSS) de orgulho. Nesse dia, no ano de 1961, a União Soviética mandava com sucesso um ser humano ao espaço. Dentro da minúscula nave Vostok I (Восток I) estava o tenente da aeronáutica, Yuri Alekseyevich Gagarin (Юрий Алексеевич Гагарин). Ele tinha 27 anos à época e era filho de camponeses que trabalhavam em um kolkhoz (fazenda coletiva soviética) na região de Smolensk, perto da fronteira da Bielorrússia. Após passar por duros testes de resistência e simulações dos efeitos do espaço no corpo do homem, Gagarin se sobressaiu aos demais e foi escolhido para ser o primeiro astronauta a bordo de uma nave espacial. A data é muito lembrada na Rússia, já que foi algo realmente incrível. Hoje em dia ir ao espaço parece ser algo até comum, sem grandes problemas. Mas, naqueles tempos era algo impensável. Por isso existem muitas menções a esse feito no dia, com celebrações do povo soviético/russo, discurso presidencial sobre o fato e geralmente são anunciados planos relacionados ao espaço nessa data.

Vostok I. Gagarin ficou na parte redonda
Apesar de todos os estudos e simulações, era uma missão bastante perigosa no qual qualquer erro poderia custar muitos anos de estudo e até a própria vida do militar. Outras tentativas de mandar um ser vivo ao espaço haviam sido feitas, como quando mandaram a cadela Laika ao espaço, em 3 de novembro de 1957. Mas a pobre cachorrinha faleceu antes mesmo de chegar ao espaço, por isso havia um grande temor com o que poderia acontecer. Seu foguete foi lançado da base Baikonur no Cazaquistão às 09:07 (horário de Moscou), iniciando seu giro sobre a Terra alguns minutos depois. A decolagem era considerada um dos momentos críticos da missão, quando tudo poderia dar errado, mas não foi assim. Em meio a tantos problemas com o rádio, algumas palavras e frases do cosmonauta conseguiram ser captadas. A primeira foi "Vamos lá!" (Поехали!). A mais célebre delas é “A Terra é azul!” (Земля голубая!). Após permanecer no espaço por 89 minutos, ou quase uma hora e meia, era tempo de retornar, o que era outro momento crítico. Mas ele conseguiu entrar novamente na atmosfera e aterrissar com segurança, ajudado por um paraquedas. Gagarin aterrissou são e salvo perto de uma pequena vila a 26 km de Saratov, mais ou menos a 300 km de onde tinha decolado (um erro de calculo causou essa falha). 

Grafite de Gagarin e uma de suas famosas falas
Quando saiu a notícia que o tenente estava na órbita terrestre e depois que ele conseguiu retornar sem grandes problemas, todo o povo saiu para comemorar a façanha nas ruas. As pessoas deixaram o trabalho, os estudos e tudo o que estavam fazendo para gritar, cantar, dançar e se orgulhar do grande feito atingido pelo povo soviético, que estava numa dura corrida espacial contra os EUA e, nesse momento, dava um “tapa na cara” dos americanos e faziam algo que parecia impossível até aquela data. O secretário geral da União Soviética à época, Nikita Khruschev falou ao povo e recebeu Gagarin no kremlin. Foram dias de glória e muita exaltação da liderança mundial dos soviéticos e, por que não, da ideologia socialista sobre o capitalismo, afinal, naqueles tempos, tudo tinha o seu fundo ideológico (na verdade até hoje é assim).

Gagarin queria muito poder participar de missões de exploração do espaço, mas a URSS sempre protelava seu retorno, até que em 1967 foi decidido que ele não voltaria mais ao espaço, já que ele era um heroi nacional e prova viva do poder soviético. Não queriam arriscar perdê-lo em algum acidente. Gagarin então começou viajar o mundo falando sobre sua incrível experiência. Chegou até a visitar o Brasil em 1964, quando ficou impressionado com Brasília e disse que ela era uma cidade de outro mundo. No meio de tudo isso, ele começou a ser instrutor de voo,


No dia 27 de março de 1968, durante um exercício militar, seu avião caiu e matou ele e um colega que estava na mesma aeronave. O país ficou  em choque e lamentou demais a perda do homem que orbitou pela Terra pela primeira vez na História. Gagarin e o colega foram enterrados ao pé da muralha do kremlin de Moscou. O real motivo do acidente nunca havia ficado exatamente claro até que em 2011, nas comemorações dos 50 anos do voo de Gagarin, documentos confidenciais do estado maior soviético apontaram,  após uma extensiva investigação, que a causa da queda do caça de Gagarin foi um erro na coordenação do voo e um outro caça, que desobedeceu seu plano de voo, chegou perto demais do avião de Gagarin, o que fez com que o ele perdesse estabilidade e fosse de encontro ao solo em espiral. No mesmo ano de 2011 foi lançado um vídeo com imagens em HD feitas por um astronauta italiano da Estação Espacial Internacional mas usando o áudio de Gagarin em suas conversas com a base na Terra. O vídeo é gratuito e está disponível no YouTube. Caso tenha ficado interessado, o filme está bem aqui em cima.

É isso amigos. Realmente é algo muito legal que a URSS tenha conseguido essa proeza e por isso ela vale a comemoração. Se quiser saber algo mais sobre tudo isso, é só comentar. Até a próxima!

5 comentários:

  1. Privet, moy brat!

    Em primeiro lugar, minhas honras ao povo russo por este feito único na História da humanidade(independente do conflito ideológico). Os russos sempre foram pioneiros em matéria de tecnologia aeroespacial. E os americanos babam de raiva por causa disso. Até hoje. Quer um exemplo? Aí vai:

    http://www.planobrazil.com/sancoes-a-russia-faca-o-que-eu-mando-mas-nao-faca-o-que-eu-faco-estados-unidos-compram-motores-de-foguetes-russos-para-o-seu-programa-espacial/

    Nem preciso acrescentar mais nada. O artigo é claro como água...
    Bom, um dos mais admiráveis feitos em matéria de aviões de combate foi o lendário MIG 25 "foxbat". Foi o primeiro interceptador estratosférico de longo alcance a ser fabricado em série. E foi durante muitos anos totalmente superior a tudo o que os americanos possuíam.

    Bom, as perguntas de sempre:

    1 - Você mencionou que a base de lançamento naquela ocasião situava-se no Cazaquistão, que hoje é um país "independente". Onde ficam agora as instalações espaciais russas?
    2 - Quais os projetos espaciais atuais da Rússia? E isso envolve cooperação com outros países?
    3 - Onde moram hoje os descedentes/família de Gagarin e eles tem algum reconhecimento neste dia?

    Bom, é só por hoje...hehehe. Obrigado pelas excelentes informações, como sempre!

    Abraço e poka!

    P.S. - No google hoje não há nenhuma menção a este feito(logo o google, que faz "doodles" por tudo e por nada...) Por que será??? Tive a curiosidade de ver isso no Yandex e bingo! Lá está o homem!!! rsrsrs
    P.S.2 - Muito obrigado por postar este filme aqui. É comovente. Sem igual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kleber!

      Sim, como diz um amigo meu, "esses russo é bicho-fogo memo né rapaz" (sic). Interessante esse link que você postou. Obrigado por compartilhar a informação! E sim, os russos têm uma grande parcela de contribuição para todo o desenvolvimento de tecnologia espacial.

      Quanto às perguntas:

      1 - Bom, se não me engano ainda usam essa mesma base de lançamento em Baikonur, no Cazaquistão. Talvez já tenham construído algo na Rússia, mas ainda usam bastante essa base cazaque.
      2 - Essa pergunta eu não consigo responder. Eles não são assim tão divulgados na verdade. Mas sei que a Estação Espacial Internacional é operada por muitos países, Rússia incluída.
      3 - Que eu saiba ainda moram em Smolensk, mas ninguém fala deles. Só o Yuri Alekseyevich é lembrado. A família nem tanto (para não dizer nem um pouco).

      Obrigado por sempre acompanhar isso aqui. Um abraço

      Пока!

      Excluir
  2. Olá Luciano, excelente post!
    Não tem como não ficar maravilhado com as conquistas nesta área.
    Diante do prestígio da história aeroespacial russa perante seu povo, existe alguma cidade onde é possível conhecer mais sobre o assunto? (Museus, instalações, etc.)
    desde já agradeço suas sugestões.

    Abcs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Josenildo!
      Muito obrigado. Sim, concordo é difícil não se impressionar todas essas conquistas em um tempo em que tudo era analógico e feito "na raça",
      Sobre algum lugar para saber mais... bom, em Moscou há um museu sobre a história aeroespacial. Existe uma cidade perto de Blagoveshchensk (no Extremo Oriente) chamada Vostotchny que é a base de lançamento dos foguetes. E há também Baikonur, que era a base de lançamento da URSS e que agora fica no Cazaquistão. Mas elas são cidades fechadas e você só entra com uma autorização especial do governo. Melhor visitar o museu de Moscou mesmo. Provavelmente existam mais, mas infelizmente não conheço.
      Abraço!

      Excluir
    2. Há uma cidade chamada Korolyôv :-) Ela é relacionada com a história da União Soviética no espaço e possui um museu.

      Excluir

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.