terça-feira, 31 de maio de 2016

Datcha, a casa de campo dos russos

Olá amigos! Amanhã começa oficialmente o verão aqui na Rússia. Então falarei de algo muito tradicional entre os russos nesse período que são as casas de campo, que eles chamam de datcha. Vou te dar uma ideia de como elas são.

Uma datcha clássica
A datcha (дача) é uma pequena casa, normalmente feita de madeira (ultimamente estão aparecendo mais casas de alvenaria) e que fica, claro, fora das cidades, para descansar nas férias, depois de um período de trabalho duro. A tradição das datchas já é bem antiga entre os russos (embora seja difícil de precisar uma data exata de quando ela começou). No entanto, nos tempos do império somente as pessoas ricas tinham datchas, para onde eles fugiam por algum tempo, para "tomar um ar" no verão. Nesses tempos não havia uma classe média e, afora os ricos, só existiam pessoas pobres na cidade e camponeses. Nenhum desses tinha condições de ter uma datcha. Com a aparição da União Soviética, a ideia da datcha foi popularizada e as pessoas ganhavam um pedaço de terra e nele construíam a sua datcha (talvez por isso elas eram de madeira muitas vezes). Nos tempos da URSS, quase todas as famílias tinham uma datcha. Após a queda do colosso socialista ficou muito mais difícil ter a sua própria datcha. Então, é comum que pessoas por volta de 50 anos tenham suas datchas (as que não venderam, claro), ao passo que os mais jovens, na faixa dos 20 ou 30 anos, não tenham. Como todos dão maior prioridade a comprar uma casa ou apartamento do que uma casa de campo, a compra de uma datcha é postergada ou, em muitos casos, sequer considerada.
Ler mais »

terça-feira, 24 de maio de 2016

Operadoras de telefone celular (móvel) na Rússia

Olá senhoras e senhores. Hoje em dia é bem fácil ter o seu próprio SIM Card e os telefones normalmente são desbloqueados. Então, quando chegar à Rússia, eu te recomendaria comprar um para facilitar a sua vida. Mas, quais são as operadoras de telefonia móvel da Rússia?

As 4 principais operadoras de telefonia móvel da Rússia
Para começar, posso dizer que os números de telefone russos sçao um pouco mais curtos que os números brasileiros. Os números de telefone russos começam pelo código internacional do país, que é +7 ou com 8. Qualquer um dos dois pode ser, mas nunca os dois juntos. Depois, vem o código da região (se for um telefone fixo) ou o número da operadora (se for um celular), sempre dentro de parênteses. Depois vem o número do telefone em si. Dependendo da região ele pode ter seis ou sete números. Acho que falar com exemplos é melhor. O número de telefone da embaixada brasileira em Moscou, por exemplo, é 8 (495) 363-03-66. Você pode trocar o primeiro 8 por +7 se você estiver na Rússia. Se estiver fora da Rússia, não dá para usar o 8. Dentro dos parênteses está o número da região de Moscou, já que esse telefone é fixo e os outros sete números são o número de telefone do lugar. Se você vai telefonar de um fixo em Moscou para este número, você não precisa colocar nem 8 nem (495). Mas, se você vai ligar para um celular, sempre precisa dos códigos antes do número. Falemos agora rapidamente das operadoras.

Modelo de "Babushkafon" ou "telefone para a vovó"
Basicamente, como acontece no Brasil, existem as quatro operadoras "grandes". Elas são: Beeline, Megafon, MTS e TELE2. Além dessas, existe uma quinta operadora que vem crescendo bastante nos últimos tempos chamada Yota. Cada uma tem suas particularidades e peculiaridades. Se essa é a primeira vez que você ouve falar dessas operadoras, vou tentar dar uma pequena introdução a elas para você. Se já as conhece, talvez eu diga algo que você não sabia... ou talvez você me dirá algo que não sei (o que é muito bem-vindo). Vamos a elas então.

Beeline (Билайн ™) - uma das maiores operadoras do país junto com a MTS. Quase todos têm um SIM da Beeline ou da MTS. Isso acontece por causa da sua grande cobertura de voz, mesmo em regiões mais remotas e o que não falta na Rússia são regiões remotas. Muitas vezes quando fico sem sinal começo a procurar por alguma rede e quase sempre encontro uma fraca da Beeline e às vezes da MTS. Os serviços de internet são bons, segundo me falam, mas eu nunca testei.

Hoje é difícil encontrar um desse pela Rússia (como no Brasil)
Megafon (Мегафон) - apesar de ser uma das mais conhecidas e utilizadas (diria que é a terceira maior), não conheço ninguém que tenha um SIM Card dela. Pelo que me contam, os serviços dela são mais ou menos parecidos com os das outras operadoras convencionais.

MTS (МТС) - é apenas uma questão de percepção minha, mas, essa MTS me parece a maior operadora russa. Muitas pessoas têm um SIM Card dessa operadora e ela é a que tem mais quiosques e lojas em shopping centers e nas ruas, pelo que percebi. Eles têm uma boa cobertura de voz (se entendi bem, a melhor) e alguns planos que podem ser itneressante para outros MTS. Além disso, se você usar o seu SIM brasileiro, provavelmente ele entrará em roaming com a MTS. Ao menos o do meu irmão, que é um Vivo, mostrava como parte da rede MTS.

TELE2 (ТЕЛЕ2)  - eu usava o SIM dessa operadora e bem, nem sei dizer o que ela tem de diferente das outras. É uma operadora com boa cobertura de voz e dados mas nunca, NUNCA consegui usar o 4G que ela diz que oferece para os clientes. Mas, com 100 rublos por mês eu podia usar internet ilimitada e dava direito a 30 minutos de graça para outro TELE2 e SMS a 2 rublos (se não me engano não usei nenhuma vez).

Na minha opinião, a melhor operadora
Yota - de todas as operadoras nacionais, é a menor. Na verdade ela é a menos conhecida, por ser mais recente. Pelo que eu entendi, eles usam uma tecnologia diferente (não me pergunte qual porque não sei qual é, mas não tem nada a ver com Nextel) que te permite telefonar para todo o território russo sem roaming. Isso é realmente muito bom, especialmente no caso da minha esposa, que mora na Sibéria, mas tem toda a família na parte europeia do país. Ela usava os serviços da MTS e eu da TELE2, mas ambos trocamos para Yota. Além dessa vantagem do roaming, dependendo da sua tarifa mensal (na região de Moscou é 450 rublos, aqui em Tomsk é 230 rublos) você ganha 100 minutos gratuitos de voz para outro Yota, SMS a 1,90 rublo cada, além de internet ilimitada em 4G, sem restrição de megas urtilizados! Para mim a troca foi ótima. Minha esposa também está bastante satisfeita. Então, se você quer uma dica de SIM Card para usar na Rússia, eu te recomendaria usar os serviços da Yota. E uma última vantagem é que os números deles são normalmente fáceis: começam com +7 (999)

As outras operadoras são menores. Geralmente são apenas locais. Tanto que eu com dificuldades me lembro de algumas, como a Delta (de São petersburgo), Astarta, Uralvestcom e outras. Basicamente, os russos têm uma das quatro primeiras operadoras, mas a Yota vem crescendo (mando um obrigado para o meu aluno Vlad que me falou sobre essa operadora, porque não estava feliz com a minha).

É isso senhoras e senhores. Para maiores detalhes sobre tarifas e coisas assim, melhor consultar diretamernte as operadoras ou algum amigo russo (a) que você tenha, além de saber quais serão suas necessidades quando estiverem na Rússia (voz, dados, SMS etc). Se você tiver alguma pergunta, pode mandar que eu tentarei responder. Só não me pergunte quanto custa não sei o quê porque não trabalho em nenhuma operadora então, não sei nada de preços. Até a próxima!
Ler mais »

terça-feira, 17 de maio de 2016

Casarão dos boiardos Romanov em Moscou

Olá amigos. Vou falar sobre um lugar em Moscou, perto da Praça Vermelha, um casarão grande, mas que fica escondido. Esse casarão foi a residência da família de boiardos Romanov. Conseguimos encontrá-la e conto para você o que ela tem.

Mesa preparada para o jantar dos Romanov
Algumas perguntas que podem ter aparecido lendo o parágrafo acima. Primeira: como um casarão pode ficar escondido? Bom, sim. A casa fica abaixo do nível da rua e não dá para vê-la de lá. Você tem que descer alguns lances de escada e andar por dentro de um pequeno bulevar que tem uma igreja e algumas lojas. Esses lugares te confundem e te fazem pensar que você está no lugar errado. Na verdade só encontramos o museu porque eu queria muito usar o banheiro e encontramos um lugar que parecia um guichê (depois de procurar muito e já quase desistir de encontrar o tal casarão). Então, quando vimos o guichê, fomos perguntar se poderíamos entrar só para eu usar o banheiro quando de repente percebemos que era a bilheteria do museu. Males que vêm para bem. Segunda: o que são boiardos? Boiardos eram as famílias nobres mais importantes do Império Russo. Nos tempos da dinastia Ryurikevich eles eram muito mais influentes sobre o mandatário do país. A dinastia que a sucedeu após um período confuso e de ausência de uma família dinástica foi a Romanov, que era uma família de boiardos. Então, nesse casarão viviam os parentes do czar/imperador. O casarão fica bem perto da Praça Vermelha e do kremlin de Moscou. Ou seja, quando o imperador queria fazer uma visita aos parentes ou vice versa, era só dar uns passos e já estavam em família.
Ler mais »

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Algumas superstições russas

superstições russas
Ela diz "O Господи!", que significa "Oh, meu Deus!"
Olá amigos. Já falei anteriormente sobre 8 diferenças entre Brasil e Rússia, mas agora vou falar de algo igual, mas diferente: as superstições dos russos.

Apesar de todo o tempo sob o governo soviético, que não só desencorajava como também combatia, além da religiosidade, as superstições, elas já vem de muitos anos e ninguém já se lembra mais de onde elas podem ter aparecido. Mesmo vivendo em tempos da "verdade científica" ainda há muitas crenças e superstições na mente dos russos. Considero isso uma das coisas que os brasileiros e russos têm mais em comum.

Vou listar abaixo 10 dessas superstições:


01 - Nunca assoviar dentro de casa: os jovens já não se importam mais muito com isso, mesmo que os incomode (por um motivo que "eles não podem explicar"). Nunca assovie na casa de alguém mais velho. Se você fizer isso, a superstição diz que nunca mais você terá dinheiro na vida.

NÃO ASSOVIE!!
02 - Não jogar o lixo fora à noite: segundo a tradição, se você deixar para jogar o lixo fora à noite, você para sempre ficará pobre. Minha sogra sempre brigava com a minha esposa por causa disso quando ela era criança.

03 - Não demonstrar golpes, cortes ou pancadas violentas em si ou nos outros por perto: se você está explicando sobre algo que aconteceu ou uma suposição de algum golpe, enforcamento, tiro qualquer coisa, não demonstre nada disso em você ou no seu interlocutor. Os russos não gostam nem um pouco disso. Se acabar fazendo, é necessário passar a mão sobre o local "atingido" e depois soprar tudo isso pra bem longe (mas claro, não na direção de outra pessoa).

04 - Não se pode comer olhando para um espelho: de acordo com o costume, se você comer enquanto se vê em um espelho ou qualquer coisa que reflita, você retira para sempre a sua possibilidade de ter beleza e saúde. Se não me engano, já ouvi algo parecido no Brasil.

05 - Não passar por cima de alguém que esteja deitado: se alguém (principalmente uma criança) estiver deitada em algum lugar (cama, grama, praia etc.) e você pular por cima dela, ou apenas passar a sua perna por cima para "vencer o obstáculo", ela nunca mais vai crescer. Também acho que temos algo assim no Brasil. Mas, se não me engano, no Brasil, se você pular ou passar de volta, você devolve o dom do crescimento à criança. Na Rússia não. Uma vez que passou, já era.

06 - Não pôr as chaves na mesa: senão você vai brigar com a sua família.

Uma dúzia de rosas? NEM PENSAR!!
07 - Não apertar a mão, abraçar, beijar ou dar alguma coisa na mão de uma pessoa que está do outro lado da soleira da porta: isso, segundo as crenças populares, faz as pessoas brigarem e cortarem relações, já que se coloca uma linha entre elas.

08 - Não se pode pegar flores ou frutas no cemitério: os mortos não gostam disso. Mas acho que isso não é aceito em nenhum lugar.

09 - Nunca dê flores em número par: as pessoas somente dão flores em número par nos funerais. Se vai dar uma flor para alguma mulher (e esse é um bom presente para uma russa), dê sempre um número ímpar. Mesmo que discretamente, elas contam. E se tiver um número par (12, 24, 76, 98...) ela se sentirá muito mal e ficará decepcionada contigo. Na verdade a pessoa pode pensar que você quer que ela morra.


10 - Uma mulher solteira não pode sentar na esquina da mesa: senão, ela nunca vai se casar.

É isso por enquanto amigos. Existem mais superstições russas que não couberam aqui (a lista ficaria enorme). Se quiser saber algo mais, só deixar o comentário auqi embaixo e não se esqueça de se inscrever no blog para receber as atualizações. Até a próxima!
Ler mais »

sábado, 7 de maio de 2016

Comida Russa de Verdade: O que os russos comem no café da manhã?

O que será que os russos comem no seu café da manhã? Ficou curioso para saber? Minha esposa (que é russa) escreveu sobre isso. Dá uma olhada no link aqui embaixo e descubra:



Ler mais »

domingo, 1 de maio de 2016

1 de maio: o dia do trabalho na Rússia (e em quase todo o mundo também)

Olá amigos. Peço desculpas pela ausência. O dia do trabalho também é comemorado como feriado na Rússia. Olha só o que acontece nesse dia por aqui.

Comemorações do dia do trabalho em Saratov
Bom, como você já sabe, o dia 1 de maio nesse ano de 2016 caiu em um domingo. No Brasil esse feriado foi "perdido", ou seja, você ficará de "folga" no domingo. Quem trabalha no domingo (como eu já trabalhei) normalmente não tem feriado nem nada disso, então, não acho que faça uma grande diferença para eles. Aqui na Rússia não. Como o feriado é no domingo, o feriado é "comemorado" na segunda feira. Na verdade, segundo o calendário oficial do governo para esse ano,as repartições públicas não funcionam nos dias 30 de abril, 1, 2 e 3 de maio. Pelo que eu sei, na Inglaterra e Alemanha também é assim (feriado na segunda feira). Mas, por algum motivo que até agora desconheço, vou ter só um dia de feriado (segunda feira). Preciso investigar melhor o porquê. E, por uma coincidência, neste ano, no dia 1 de maio também é comemorada a Páscoa e temos o GP da Rússia de Fórmula 1. Muitas coisas no mesmo dia, por coincidência.

Símbolos do dia do trabalho soviético
Desde o começo do século passado ela é comemorada na Rússia. Oficialmente, o dia 1 de maio começou a ser um feriado nacional dedicado ao trabalho em 1918, após a ascensão ao poder do partido comunista. Durante os anos, a data foi sempre mudando de nome, como "feriado internacional da solidariedade do proletariado", "dia dos trabalhos do mundo", "dia internacional da solidariedade dos trabalhadores" e outros. Nesse dia, as pessoas vão à praça principal da sua cidade e caminham pelas ruas, pelos parques etc. Às vezes as aglomerações de pessoas caminhando se confundem com uma espécie de marcha, mas não há uma organização para tal. Pode parecer um desfile (e algumas entidades realmente organizam desfiles), mas não é. Outros vão para as suas datchas, que são as casas de campo russas, das quais falarei no futuro, ou vão passear por bosques, florestas e lugares junto à natureza. Não há grandes shows de artistas populares e coisas assim, como lembro que acontecem em São Paulo, por exemplo. Esse feriado é conhecido também, nos dias de hoje, como o "primeiro dia para fazer shashlyk (churrasco)", porque é quando já se sabe que não vai mais ficar frio e a primavera chegou em definitivo a partir de agora, a tendência é só ficar cada vez mais quente e florido por toda parte. Além disso, é como uma espécie de preparação para as grandes celebrações do Dia da Vitória, sobre qual já falei também.

Às vezes não dá para viajar no feriado, mas não ter churrasco...
Nos tempos soviéticos, segundo as memórias da minha esposa, o dia do trabalho era uma grande celebração na URSS. Havia o componente ideológico, é claro, que era a obrigatoriedade de participar da festa, levar cartazes elogiando, defendendo e exaltando a empresa que você trabalhava, fotos de Lênin, com várias frases dedicadas ao líder soviético, as crianças ganhavam a sua bandeira da União Soviética etc. Apesar disso, as pessoas não se sentiam coagidas e participavam de bom grado das comemorações. As pessoas saíam às ruas para andar pela cidade, conversar com todo mundo etc. As ruas se tornavam grandes parques, onde as pessoas se divertiam. Tudo isso com boas doses de demonstrações nacionalistas e de orgulho patriótico. Mal comparando, era quase como antigamente era o carnaval no Brasil, mas sem pessoas dançando ou fazendo bagunça por aí. Não que o carnaval seja desordeiro, mas muitas vezes acabam acontecendo episódios de confusões, para dizer o mínimo, o que não ocorria na antiga URSS.  

Basicamente é isso senhoras e senhores. É um feriado legal esse do dia 1 de maio. Minha esposa, que é russa, mandou uma receita de como fazer shashlyk (ou seja lá como se escreve) e você pode encontrá-la aqui. Espero que você aproveite o seu feriado. Até a próxima!
Ler mais »