quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A vila Voskresenskoye e a sua igreja

Olá, amigos! Dessa vez vou falar um pouco sobre a vila que deu o nome para a cidade da minha esposa, Voskresensk. 

A vila, a igreja e algumas vacas
Se a cidade de Voskresensk é considerada jovem pelos padrões russos (fundada oficialmente em 1938), a história do lugar já é bem longa. Os arqueólogos acharam traços de povos eslavos e fino-úgricos que moravam na região antes do século XIII. A vila Voskresenskoye foi mencionada em documentos de 1577, mas com certeza ela é mais antiga. Ela existe até hoje e fomos lá visitar os parentes da minha esposa que desde sempre moraram nessa vila.

Pegamos um ônibus e viajamos mais ou menos 20 minutos até a fronteira de Voskresensk. Existe a possibilidade de ir até um ponto na vila, mas descemos um pouco antes para andar e curtir a paisagem rural. Passamos pelos campos e uma vila vizinha de Voskresenskoye chamada Medvedka. Hoje em dia essa vila é principalmente um lugar para datchas. É cheia de pequenas casinhas com jardins. Muitas são de madeira.

A igreja da vila em 1987, como era na infância da minha esposa
Já em Voskresenskoye as casas são maiores, porque muitas pessoas sempre moram lá. Aqui você pode encontrar algumas casas do século XIX, inclusive a casa dos nossos parentes. Ela é feita de madeira e possui o sení, um comodo tradicional das casas antigas na Rússia. O sení é um corredor com um pequeno quarto que serve para guardar comidas e utensílios. É um lugar que sempre está frio, mesmo no verão. Como os russos sempre comeram muitos produtos de leite, eles tinham que ter uma geladeira muito antes de ela ser inventada em sua forma moderna. A casa possui muitas janelas para ter bastante luz, o que é também tradicional. Todas as janelas e a entrada normalmente eram decoradas com detalhes de madeira. É interessante que as pessoas da vila nunca trancavam as portas. Hoje os hábitos já mudaram. Mas a minha esposa conta que quando ela era pequena, as pessoas deixavam as casas abertas ou trancavam somente a parte de dentro. O pequeno corredor na entrada estava aberto, caso alguém fosse visitar e cansou na viagem, mas não achou os donos da casa.

Dentro da igreja, 1987
Na parte central dessa vila fica a igreja da Ressurreição de Jesus. Esse é a igreja mais respeitada na cidade. Ninguém sabe quando exatamente começou a história dela. Contam que uma versão de madeira existia muitos séculos atrás. O prédio moderno foi construído entre os anos de 1891 e 1898. No ano de 1930 a igreja teve todos seus tesouros roubados e foi quase destruída. Em 1937 o padre da igreja foi fuzilado. A avó da minha esposa conta que também tiraram as posses dos pequenos proprietários rurais. Ela lembra como falaram para a família dela trazer todas as vacas, cabras e porcos para um kolkhoz (uma fazenda coletiva dos tempos soviéticos) e tomaram suas terras, deixando somente um pedaço com a casa e jardim. Quem não trouxesse, teria grandes problemas. Não deu para esconder nem a vaca, que as meninas da família consideravam a sua amiguinha.

A igreja reformada hoje
A igreja permaneceu em ruínas até os anos noventa quando começaram a receber doações para a restaurar. Hoje ela está novinha e é visitada por muita gente. Perto da igreja fica uma escola feita de madeira. Essa escola funciona já há muitos anos e não parou nem nos tempos da Segunda Guerra Mundial. Como uma vila pequena, não há muito mais para se ver no lugar. Se Voskresensk não é uma cidade muito grande, a vila Voskresenskoye é ainda menor.

Por enquanto é isso, pessoal! Se tiver alguma dúvida, podem perguntar aqui nos comentários que eu respondo. Até a próxima!
Ler mais »

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

O Museu Histórico Estatal em Moscou

Amigos, olá! Logo no segundo dia de 2016 visitamos o Museu Histórico Estatal, em Moscou. Ele é muito grande e interessante. Olha só um pouco do que encontramos por lá.

Portão de entrada do museu
O Museu Histórico Estatal fica, como você já percebeu, em Moscou. É o primeiro prédio que você vê quando sai do metrô na estação Okhotny Ryad e olha para a Praça Vermelha, bem ao lado do Kremlin de Moscou. O endereço dele é Praça Vermelha, número 1, talvez o mais emblemático da Rússia. Ele é um prédio vermelho e alto, mas de fora parece menor do que é por dentro. O prédio aliás, foi a primeira sede da Universidade Estatal de Moscou e, provavelmente, foi lá que criaram a letra Ë, em uma reunião da Academia de Ciências da Rússia. Quando você sai do metrô e caminha em direção ao museu, sua entrada fica do lado esquerdo, passando pelos grandes portões de entrada da praça. A entrada inclusive fica em frente a catedral de Kazan. Este é o museu mais importante da Rússia, na minha opinião. Existe o Hermitage em São Petersburgo, que é muito famoso e possui um acervo maior que este museu, mas em importância de peças, eu acredito que esse museu é mais representativo. Claro que ele é uma parada obrigatória para quem visita a capital russa.
Ler mais »

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Divisões regionais da Rússia

Olá! Dessa vez venho só para dar algumas informações sobre a Rússia, de caráter de divisão política do seu enorme território.

Números das regiões nas placas de carro russas (fonte)
A Federação Russa (Российская Федерациа) é, como você já sabe, o país com maior extensão territorial do planeta. Dizem que é até maior que Plutão, o planeta que havia sido rebaixado, mas que parece que voltou à "primeira divisão" dos planetas, mas há controvérsias a respeito disso (ser maior ou não que Plutão). Esse vasto país é dividido em oitenta e cinco territórios. Esses territórios são classificados como Cidades Federais, Oblast', Krai, Repúblicas e Regiões Autônomas, cada um com níveis de autonomia diferentes. Além dessas, também há agrupamentos como as regiões brasileiras. Elas são chamadas de Distritos Federais. Uma coisa interessante é que você pode identificar de qual região vem um carro olhando o número do lado direito da placa. Cada uma das divisões do país tem um número de placa (algumas podem ter dois números diferentes, outras até três ou mais, dependendo da necessidade). Colocarei o(s) número(s) da(s) região(ões) em colchetes [] ao lado do nome do lugar. 

Simferopol', capital da Crimeia (fonte)
Antes de nominá-las, só queria dizer que encontrei versões em português para os nomes das divisões, mas alguns deles são bem diferentes dos originais em russo, imagino que por causa da falta de relação de alguns sons do russo no português. As vezes os nomes em português podem parecer um pouco estranhos (e até engraçados para os russos), mas é o que temos. Para você entender como fiz a descrição, coloquei o nome em português e em russo juntos, separados por uma barra. Quando o nome da capital da região é diferente do nome da região, ele está indicado em português apenas em parênteses após o nome em russo. Lembrando que, quando o nome termina em "-sky", ele é um adjetivo derivado do nome da cidade. Por exemplo "Krasnodarsky" é um adjetivo de "Krasnodar". As oblast são sempre femininas, ou seja, em russo você vai encontrar os nomes terminado em "-aya", como "Tomskaya Oblast'", que é a oblast de Tomsk. Após as devidas explanações, vamos aos nomes de todos os estados dentro da Rússia e suas divisões:

Sevastopol', na Crimeia (fonte)
Cidades federais (Федеральние Города)
São as cidades que já foram capitais da Rússia moderna e, após a retomada da Crimeia à Ucrânia, Sevastopol', a maior cidade da região, ganhou esse status. São os locais que recebem o maior investimento federal. Elas apenas são três:
Moscou/Москва [77, 99, 177, 197, 199 e 777]
São Petersburgo/Санкт-Петербург [78, 98 e 178]
Sevastopol'/Севастополь [92]

Oriel (fonte)
Oblast' (Область)
É o tipo de divisão que possui o maior número de territórios. São quarenta e seis no total. São divisões regionais equivalentes aos estados brasileiros. Além dessas, existe uma oblast' autônoma, a obscura Oblast' Autônoma Judia/Евреиская Автономная Область (Birobidzhan) [79], que tem um nível de autonomia um pouco maior, mas que não é tão independente quanto uma república, por exemplo. São elas:

Amur/Амур (Blagoveschensk) [28]
Arkhangelsk/Архангелск [29]
Astracã/Астрахан [30]
Belgorod/Белгород [31]
Bryansk/Брянск [32]
Chelyabinsk/Челябинск [74 e 174]
Irkutsk/Иркутск [38 e 85]
Ivanovo/Иваново [37]
Kaliningrado/Калининград [39 e 91]
Kaluga/Калуга [40]
Kemerovo/Кемерово [42 e 142]
Kirov/Киров [43]
Kostroma/Кострома [44]
Kurgan/Курган [45]
Kursk/Курск [46]
Leningrado/Ленинград (São Petersburgo) [47]
Lipetsk/Липецк [48]
Magadã/Магадан [49]
Moscou/Москва [50, 90, 150 e 190]
Murmansk/Мурманск [51]
Nijgorodsky/Нижгородский (Nijny Novgorod) [52 e 152]
Novgorod/Новгород [53]
Novosibirsk/Новосибирск [54 e 154]
Omsk/Омск [55]
Orenburg/Оренбург [56]
Oriol/Орёл [57]
Penza/Пенза [58]
Pskov/Псков [60]
Rostov/Ростов [61 e 161]
Riazan/Рязань [62]
Sakhalin/Сахалин (Yujno-Sakhalinsk) [65]
Samara/Самара [63 e 163]
Saratov/Саратов [64 e 164]
Smolensk/Смоленск [67]
Sverdlovsk/Свердловск (Yecaterimburgo) [66 e 96]
Tambov/Тамбов [68]
Tomsk/Томск [70]
Tula/Тула [71]
Tver'/Тверь [69]
Tyumen'/Тюмень [72]
Ulyanovsk/Уляновск [73 e 173]
Vladimir/Владимир [33]
Volgogrado/Волгоград [34]
Vologda/Вологда [35]
Voronezh/Воронеж [36 e 136]
Yaroslavl/Ярославл [76]


Stravropol' (fonte)
Krai (Край)
Nos dias de hoje não existe uma diferença real entre oblast' e krai. A diferença de nomes é apenas por conta da tradição. Nos tempos da União Soviética sim havia alguma distinção. O krai não poderia ter uma oblast' autônoma dentro de si, ao passo que poderia haver uma oblast' autônoma (que era mais comum naqueles tempos e que praticamente já não existem hoje em dia) dentro de outra oblast'. Uma curiosidade sobre os krai é que, com excessão do Perm'sky e do Stavropol'sky, todos fazem fronteira com outros países ou com o mar. São nove as regiões hoje denominadas como Krai:

Irkutsk (fonte)
Altaisky/Алтайский (Barnaul) [22]
Kamchatsky/Камчацкий (Petropavlovsk-Kamtchatsky) [41 e 82]
Khabarovsky/Хабаровский [27]
Krasnodarsky/Краснодарский [23, 93 e 123]
Krasnoyarsky/Красноярский [24, 84, 88 e 124]
Perm'sky/Пермьский [59, 81 e 159]
Primorsky/Приморский (Vladivostok) [25 e 125]
Stavropol'sky/Ставропольский [26]
Zabaikalsky/Забайкалский (Tchitá) [75 e 80]



Petrozavodsk (fonte)
República (Республика)
Elas são quase como um país com diversas regalias que as oblast' não gozam, como editaras leis próprias, ter seu próprio parlamento etc. São quase como um país independente, mas claro, estão todos sob o controle federal. Pelo que entendi, é como o Reino Unido, que tem quatro países independentes (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales), mas estão juntos. Essas repúblicas não são independentes, mas se governam com largo nível de autonomia. Vinte e uma repúblicas compõe o país:

Adiguésia/Адыгея (Maykop) [01]
Altai/Алтай (Gorno-Altaisky) [04]
Bascortostão/Башкортостан (Ufa) [02 e 102]
Buryatia/Бурятия (Ulan-Ude) [03]
Cabárdia-Balcária/Кабардино-Балкарская (Nalchik) [07]
Cacássia/Хакасия (Abakan) [19]
Calmúquia/Калмыкия (Elista) [08]
Carachai-Circássia/Карачаево-Черкесская (Cherkessk) [09]
Carélia/Карелия (Petrozavodsk) [10]
Chechênia/Чеченская (Grózni) [20 e 95]
Chuvashia/Чувашская (Cheboksary) [21 e 121]
Crimeia/Крым (Simferopol') [82]
Daguestão/Дагестан (Makhachkala) [05]
Iacútia/Якутия {também chamada de Sakha/Саха} (Yakutsk) [14]
Inguchétia/Ингушская (Magas) [06]
Komi/Коми (Syktyvkar) [11]
Mari-El/Марий-Эл (Yoshkar-Ola) [12]
Mordóvia/Мордовия (Saransk) [13 e 113]
Ossétia do Norte-Alânia/Северная Осетия-Алания (Vladikavkaz) [15]
Tartarstão/Татарlстан (Kazan) [16 e 116]
Tuva/Тыва (Kyzyl) [17]
Udmúrtia/Удмуртская (Ijevsk) [18]

Aeroporto em Naryan-Mar (fonte)
Região Autônoma (Автономий Округ)
Outra região que é parecida com as oblast' e krai, mas, por conta da tradição, mantém sua denominação. Todas elas ficam em regiões remotas e de difícil acesso, sempre no norte que fica congelado no inverno. A Tchukotka é aquela pontinha do país que quase toca no Alasca. Existem quatro Regiões Autônomas na Rússia:
Tchukotka/Чукотка (Anadyr) [87]
Khanty-Mansisky/Ханты-Мансийски [86]
Nenetsia/Ненец (Naryan-Mar) [83]
Iamalo-Nenets/Ямало-Ненец (Salekhard) [89]

É isso senhoras e senhores. Para alguém que estude ou simplesmente goste de saber sobre a geografia da Rússia, essa postagem pode ser útil. Qualquer comentário relativo à postagem, é só escrever aqui embaixo. Até a próxima!
Ler mais »

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

4 de novembro: o dia da unidade nacional na Rússia

Olá! Depois de um longo silêncio (quase 4 meses), volto para escrever algo sobre o feriado de hoje: o Dia da Unidade Nacional.

Dia da Unidade Nacional 2016 (fonte)
Em 4 de novembro é comemorado o Dia da Unidade Nacional (День народного Единства em russo). Esse dia é reservado para recordar dois grandes herois nacionais, Kuzma Minin (Кузьма Минин) e Dmitry Pojarsky (Дмитрий Пожарский). Eles foram muito importantes no período chamado Tempo de Dificuldades (em russo  Смутное Время) e comandaram a Rússia a uma virada contra a Polônia, que tentavam aproveitar o momento de debilidade russo para tomar todo o país sob seu domínio (e de fato o conseguiram, por um período) no século XVI. Em 4 de novembro de 1612 eles ajudaram a expulsar as tropas poloneses de Moscou. A partir desse momento, a Rússia começou a se reorganizar, um novo tsar assumiu o trono em 1616 e finalmente em 1618 a Rússia expulsou os últimos poloneses e voltou a ser uma nação soberana.

Monumento a Minin e Pojarsky
Mesmo que o motivo do feriado seja a libertação da capital Moscou, o atual centro das celebrações é Nizhny Novgorod, terra natal de Pojarsky. As comemorações do feriado são feitas com paradas militares (mesmo que não tão grandes quanto as do dia da vitória) queima de fogos de artifício, canto do hino nacional e de canções patrióticas, depósito de flores em monumentos aos herois, como o que está na Praça Vermelha, bem na entrada da Basílica de São Basílio (a foto acima é um retrato desse momento). Na pequena Zaraysk que visitei, também há um monumento a Pojarsky.

No entanto, muitas pessoas nem sequer sabem do que é esse feriado. Nos tempos da URSS, no dia 7 de novembro era comemorado o dia da revolução socialista que tomou o poder em 1917 (oficialmente "Dia da Grande Revolução Socialista de Outubro"). Para dissociar a imagem da moderna Rússia da União Sovietica comunista, Boris Ieltsin, o primeiro presidente eleito do país, em 1990, mudou o nome do feriado de 7 de novembro para "O dia do Acordo e Reconciliação". Vladimir Putin, quando assumiu o poder no fim dos anos 90 acabou totalmente com o feriado, o que foi motivo de muita reclamação de grande parte da população (especialmente dos membros do partido socialista, que seguiam comemorando o dia). Em 2005, o então (e atual) presidente Putin reestabeleceu um feriado em meados de novembro, mas com o nome de "Dia da Unidade Nacional". Os russos no geral não gostaram de perder um feriado. Então, ele foi restabelecido em um dia próximo ao feriado antigo. Talvez por isso não tem tanta gente sabendo de que se trata o feriado e apenas o comemora.

4 de novembro. Dia da Unidade Nacional
Algumas enquetes feitas entre cidadãos (clicando aqui, você vai a uma enquete feita em 2014) mostram que os russos não sabem direito o que se comemora. Mesmo que na minha opinião já está melhorando. Disseram até que em 2016 metade da população já sabe do que se trata o feriado (fonte). Fiz uma enquete com meus alunos e o resultado foi mais ou menos esse mesmo (cerca de 50% sabia do que era o feriado). Encontrei inclusive um site que explica, passo a passo, o que se comemora  no dia 4 de novembro. Aqui em Tomsk não houve grandes comemorações. Na verdade foi apenas um dia sem trabalho. E as instituições de ensino, como a Universidade Estatal de Tomsk, emendaram o feriado (sábado é um dia de aula normal nas universidades daqui).

Bom, por ora é isso. Mais uma vez desculpem a longa ausência. Tentarei não ficar inativo tanto tempo, mas não posso garantir nada no momento. Até a próxima!
Ler mais »