sexta-feira, 4 de novembro de 2016

4 de novembro: o dia da unidade nacional na Rússia

Olá! Depois de um longo silêncio (quase 4 meses), volto para escrever algo sobre o feriado de hoje: o Dia da Unidade Nacional.

Dia da Unidade Nacional 2016 (fonte)
Em 4 de novembro é comemorado o Dia da Unidade Nacional (День народного Единства em russo). Esse dia é reservado para recordar dois grandes herois nacionais, Kuzma Minin (Кузьма Минин) e Dmitry Pojarsky (Дмитрий Пожарский). Eles foram muito importantes no período chamado Tempo de Dificuldades (em russo  Смутное Время) e comandaram a Rússia a uma virada contra a Polônia, que tentavam aproveitar o momento de debilidade russo para tomar todo o país sob seu domínio (e de fato o conseguiram, por um período) no século XVI. Em 4 de novembro de 1612 eles ajudaram a expulsar as tropas poloneses de Moscou. A partir desse momento, a Rússia começou a se reorganizar, um novo tsar assumiu o trono em 1616 e finalmente em 1618 a Rússia expulsou os últimos poloneses e voltou a ser uma nação soberana.

Monumento a Minin e Pojarsky
Mesmo que o motivo do feriado seja a libertação da capital Moscou, o atual centro das celebrações é Nizhny Novgorod, terra natal de Pojarsky. As comemorações do feriado são feitas com paradas militares (mesmo que não tão grandes quanto as do dia da vitória) queima de fogos de artifício, canto do hino nacional e de canções patrióticas, depósito de flores em monumentos aos herois, como o que está na Praça Vermelha, bem na entrada da Basílica de São Basílio (a foto acima é um retrato desse momento). Na pequena Zaraysk que visitei, também há um monumento a Pojarsky.

No entanto, muitas pessoas nem sequer sabem do que é esse feriado. Nos tempos da URSS, no dia 7 de novembro era comemorado o dia da revolução socialista que tomou o poder em 1917 (oficialmente "Dia da Grande Revolução Socialista de Outubro"). Para dissociar a imagem da moderna Rússia da União Sovietica comunista, Boris Ieltsin, o primeiro presidente eleito do país, em 1990, mudou o nome do feriado de 7 de novembro para "O dia do Acordo e Reconciliação". Vladimir Putin, quando assumiu o poder no fim dos anos 90 acabou totalmente com o feriado, o que foi motivo de muita reclamação de grande parte da população (especialmente dos membros do partido socialista, que seguiam comemorando o dia). Em 2005, o então (e atual) presidente Putin reestabeleceu um feriado em meados de novembro, mas com o nome de "Dia da Unidade Nacional". Os russos no geral não gostaram de perder um feriado. Então, ele foi restabelecido em um dia próximo ao feriado antigo. Talvez por isso não tem tanta gente sabendo de que se trata o feriado e apenas o comemora.

4 de novembro. Dia da Unidade Nacional
Algumas enquetes feitas entre cidadãos (clicando aqui, você vai a uma enquete feita em 2014) mostram que os russos não sabem direito o que se comemora. Mesmo que na minha opinião já está melhorando. Disseram até que em 2016 metade da população já sabe do que se trata o feriado (fonte). Fiz uma enquete com meus alunos e o resultado foi mais ou menos esse mesmo (cerca de 50% sabia do que era o feriado). Encontrei inclusive um site que explica, passo a passo, o que se comemora  no dia 4 de novembro. Aqui em Tomsk não houve grandes comemorações. Na verdade foi apenas um dia sem trabalho. E as instituições de ensino, como a Universidade Estatal de Tomsk, emendaram o feriado (sábado é um dia de aula normal nas universidades daqui).

Bom, por ora é isso. Mais uma vez desculpem a longa ausência. Tentarei não ficar inativo tanto tempo, mas não posso garantir nada no momento. Até a próxima!

11 comentários:

  1. Luciano, que bom que você voltou a escrever! Eu, sendo russa, sempre esqueço com que se relaciona esse feriado. Mesmo que sei bem a história do Minin e Pozharski. Por acaso, nós visitamos dois lugares históricos relacionados de um certo jeito com o feriado. São o Kremlin de Zaraisk e o Kremlin de Kolomna.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado. Sim, lembro que eles tinham algo que ver com os herois. Obrigado por comentar.

      Excluir
  2. Olá. Moro na cidade de Belgorod, não tive aula por causa desse feriado. Minha professora tentou esplicar o significado desse feriado mas não conseguiu, depois perguntei para algumas pessoas e todas não souberam me responder. Isso é um pouco atípico, já que os russos costumam comemorar de verdade os feriados, achei estranho...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá 15. Bom que o blog serviu para isso. Volte sempre.

      Excluir
  3. Olá Luciano ...muito bom seu blog ..muito bom mesmo..
    estive olhando no google maps sua cidade..vc esta há que distancia de Moscow..parece que vc esta no meio da Russia ..da transiberiana..perto da fronteira com a Mongolia ...Casaquistão e China.
    deixe te perguntar ...existe estrada asfaltada entre a sua cidade e Moscow ..e também de Moscow a Vladivostok..pergunto pois esses dias vi uma competiçâo de bicicleta de Moscow a Vladivostok essa competição passou em Novosibirsk..
    abraços..suscessos e parabéns novamente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá desconhecido/a. Obrigado pelos cumprimentos.
      Primeiro, gostaria de pedir para, se um dia você comentar de novo, fazê-lo em um lugar certo. Já escrevi sobre Moscou e sobre Tomsk (e sobre Novosibirsk também), então, essa sua pergunta iria melhor em algum desses posts. Da próxima vez excluirei o comentário.
      Tomsk fica a um pouco menos de 3 mil quilômetros de Moscou. Sim, existem estradas, elas não vão de Moscou para Vladivostok diretamente, mas para outras cidades próximas e como as cidades são interligadas por estradas, dá para viajar pelo país de carro também.
      Obrigado, abraço.

      Excluir
    2. Desculpe..o local errado..achei tão legal seu blog..que passei horas vendo..e pensei que por motivos de data seria melhor eu te perguntar no post atual.

      Excluir
  4. Salve, salve meu irmão!

    Como é bom vê-lo escrevendo aqui outra vez! Bom, eu também ando sumido por bons e vários motivos...
    Interessante saber sobre este "novo" feriado russo. Li em algum lugar que as guerras russo-polonesas foram as mais sangrentas e mal sucedidas que a Rússia já enfrentou( depois da WW II no quesito sangrentas, é claro).

    Uma pergunta: Você mencionou que a Rússia estava muito debilitada neste período. Por quê? Quais a dificuldades enfrentadas? E a origem destes problemas que deixaram o colosso russo naquele estado?

    Bem, é isso parceiro! Grande abraço para você e a Natália!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kleber!

      Bom vê-lo de volta por aqui também. Pois é rapaz, a vida anda muito corrida e com muitas coisas para fazer. Eu não deveria deixar de escrever por tanto tempo e prentendo não fazer isso de novo. Vamos ver até aonde isso é possível.

      Sim, esse conflito envolvendo russos e poloneses (e mais tarde suecos) foi bastante complicado para a Rússia. Basicamente ele aconteceu por problemas na família real. Depois da morte de Ivan, o Terrível, não havia um herdeiro legítimo para entrar em seu lugar (o próprio Ivã matou o filho Dmitry quando este tinha ainda 10 anos de idade). Com isso vários passaram pelo trono. Vendo isso, o rei polonês empreendeu uma tentativa de conquista da Rússia e até conseguiu por um breve período (quando um polonês, alegando ser Dmitry, o filho de Ivã, chegou ao trono). Houve muitos conflitos até finalmente conseguiram desbancar os poloneses do poder e recuperar o controle do país. Aqui tem um link que podem explicar a situação mais aprofundadamente.

      http://historia.templodeapolo.net/governantes_civ.asp?civ=R%C3%BAssia&periodo=Idade%20Moderna#topo

      Obrigado, grande abraço para você e a Daniela!

      Excluir

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.