quarta-feira, 23 de novembro de 2016

A vila Voskresenskoye e a sua igreja

Olá, amigos! Dessa vez vou falar um pouco sobre a vila que deu o nome para a cidade da minha esposa, Voskresensk. 

A vila, a igreja e algumas vacas
Se a cidade de Voskresensk é considerada jovem pelos padrões russos (fundada oficialmente em 1938), a história do lugar já é bem longa. Os arqueólogos acharam traços de povos eslavos e fino-úgricos que moravam na região antes do século XIII. A vila Voskresenskoye foi mencionada em documentos de 1577, mas com certeza ela é mais antiga. Ela existe até hoje e fomos lá visitar os parentes da minha esposa que desde sempre moraram nessa vila.

Pegamos um ônibus e viajamos mais ou menos 20 minutos até a fronteira de Voskresensk. Existe a possibilidade de ir até um ponto na vila, mas descemos um pouco antes para andar e curtir a paisagem rural. Passamos pelos campos e uma vila vizinha de Voskresenskoye chamada Medvedka. Hoje em dia essa vila é principalmente um lugar para datchas. É cheia de pequenas casinhas com jardins. Muitas são de madeira.

A igreja da vila em 1987, como era na infância da minha esposa
Já em Voskresenskoye as casas são maiores, porque muitas pessoas sempre moram lá. Aqui você pode encontrar algumas casas do século XIX, inclusive a casa dos nossos parentes. Ela é feita de madeira e possui o sení, um comodo tradicional das casas antigas na Rússia. O sení é um corredor com um pequeno quarto que serve para guardar comidas e utensílios. É um lugar que sempre está frio, mesmo no verão. Como os russos sempre comeram muitos produtos de leite, eles tinham que ter uma geladeira muito antes de ela ser inventada em sua forma moderna. A casa possui muitas janelas para ter bastante luz, o que é também tradicional. Todas as janelas e a entrada normalmente eram decoradas com detalhes de madeira. É interessante que as pessoas da vila nunca trancavam as portas. Hoje os hábitos já mudaram. Mas a minha esposa conta que quando ela era pequena, as pessoas deixavam as casas abertas ou trancavam somente a parte de dentro. O pequeno corredor na entrada estava aberto, caso alguém fosse visitar e cansou na viagem, mas não achou os donos da casa.

Dentro da igreja, 1987
Na parte central dessa vila fica a igreja da Ressurreição de Jesus. Esse é a igreja mais respeitada na cidade. Ninguém sabe quando exatamente começou a história dela. Contam que uma versão de madeira existia muitos séculos atrás. O prédio moderno foi construído entre os anos de 1891 e 1898. No ano de 1930 a igreja teve todos seus tesouros roubados e foi quase destruída. Em 1937 o padre da igreja foi fuzilado. A avó da minha esposa conta que também tiraram as posses dos pequenos proprietários rurais. Ela lembra como falaram para a família dela trazer todas as vacas, cabras e porcos para um kolkhoz (uma fazenda coletiva dos tempos soviéticos) e tomaram suas terras, deixando somente um pedaço com a casa e jardim. Quem não trouxesse, teria grandes problemas. Não deu para esconder nem a vaca, que as meninas da família consideravam a sua amiguinha.

A igreja reformada hoje
A igreja permaneceu em ruínas até os anos noventa quando começaram a receber doações para a restaurar. Hoje ela está novinha e é visitada por muita gente. Perto da igreja fica uma escola feita de madeira. Essa escola funciona já há muitos anos e não parou nem nos tempos da Segunda Guerra Mundial. Como uma vila pequena, não há muito mais para se ver no lugar. Se Voskresensk não é uma cidade muito grande, a vila Voskresenskoye é ainda menor.

Por enquanto é isso, pessoal! Se tiver alguma dúvida, podem perguntar aqui nos comentários que eu respondo. Até a próxima!

2 comentários:

Antes de comentar, é preciso saber que existem algumas regras por aqui:
1 - os comentários sempre são moderados. Se escrever uma vez e parecer que deu erro, não deu não.
2 - se for perguntar algo, verifique se sua pergunta tem a ver com a postagem onde vai comentar. Se não tiver, o comentário será ignorado.
3 - se pensa em pedir alguma ajuda para imigrar para a Rússia (quase todos os dias recebo esse tipo de mensagem), nem perca seu tempo.
4 - seja educado. Afinal de contas, dizer "olá" e "obrigado" não custa nada.
5 - quer dar alguma sugestão para postagem? Inscreva-se no blog primeiro. Assim os dois se ajudam.

Se conseguir observar tudo isso acima (e não é difícil, convenhamos), seu comentário é muito bem-vindo.